13 Novos clipes nacionais

1694
0
COMPARTILHAR:

O ano está acabando, mas a produção de clipes nacionais não para. Olha aí mais uma leva com vários bem interessantes!

Para fechar um ano tão importante para a Scalene, a banda lançou o clipe de “heteronomia”, faixa do recente disco magnetite (slap). Meio como um agradecimento aos fãs e admiradores do seu som por todas as realizações alcançadas em 2017, o vídeo mostra um registro ao vivo feito no show de lançamento do disco no Cine Joia, em São Paulo, com bastidores e a energia dos brasilienses no palco.


O samba “Vai Tristeza”, primeiro single da cantora Mari Bergel ganhou um clipe, que assim como a canção, mostra que a pessoa pode ser feliz sozinha. Dirigido por Fernanda Calil, o vídeo traz a personagem vivida pela atriz Amanda Magalhães caminhando desolada pelas ruas do centro de São Paulo até entrar no bar Ó do Borogodó e se deparar com a cantora interpretando a canção e se deixar pela levada e pela felicidade que brota instantaneamente.


O cantor e compositor Gui Hargreaves revirou  o seu baú de lembranças para escrever a sensível e emocional canção “Eternidade”. Nessa onda de retornar ao tempo, para os arranjos o músico utilizou fitas-cassete de quando tinha 3, 4 anos de idade, e os costurou harmonicamente à faixa. Para o videoclipe, que acompanha o lançamento do single, Gui buscou também arquivos gravados em VHS de quando estava na primeira infância e transformou em “de volta para o futuro” audiovisual. A direção é assinada por Izabela Silva e Bruna Maynart.


Gravado na Lapa, um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro, o novo clipe  do rapper Xamã, “Shakira” já é um sucesso nas redes, em poucos dias já bateu mais de 6oo mil visualizações. Produzido pela Bagua Records e dirigido por Rabu Gonzales, o vídeo mostra o carioca caminhando a noite pelo bairro entoando os versos da canção, que  fala sobre alguns problemas sociais típicos do Rio de Janeiro, como criminalidade e tráfico de drogas.


Primeiro single do cantor e compositor Leeh, “Baianinha” é um afro brazuca que traz e faz referências da cultura yorubá tanto quanto da cultura pop, trazendo uma diversidade espontânea, típica da miscigenação brasileira e refletida no clipe. Gravado no Vila Flores, complexo cultural e plural de Porto Alegre, o vídeo buscou sua inspiração no documentário “Humanus”, trazendo pessoas de sexo, idade e belezas diferentes. A direção é de Daniel Lacet.


Comemorando um ano do lançamento do seu disco de estreia POENTE e outras paisagens, Maíra Baldaia liberou o clipe de “Só por um instante“. Diferente do vídeo anterior, o novo registro traz um clima mais leve e ensolarado ao intercalar cenas da mineira com a sua banda e a relação entre duas mulheres, interpretadas pelas  atrizes Josi Lopes e Manu Maria. Gravado na Faculdade de Cinema do Centro Universitário UNA, em Belo Horizonte (MG), a produção tem a  direção da própria cantora.


Após um hiato de um ano do cenário underground, a  banda grunge carioca Domestic Junkies está de volta mais madura e com música nova. Intitulada “Insomnia”, a canção antecipa o que virá no álbum,  previsto para fevereiro de 2018.

Para acompanhar o lançamento do single, o grupo divulgou um clipe, dirigido por Gui Moura (likeachild), que simula um show do grupo cheio de energia e pegada.


Na estrada desde 2011, a Paradise Sessions lançou o clipe da faixa “Session”, que conta com a produção de  Lucas Silveira da Fresno. Gravado no Parque de Dunas de Cidreira, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, o vídeo é repleto de simbologias e apresenta uma situação incompreensível entorno da história protagonizada pelo vocalista Caio Zanin e por  Mariana Catalane. O registro é uma produção conjunta da banda com Jorge Volkmer Jr.


“‘Viver esse vidão’ do jeito que você conseguir e tentar se divertir sempre”. É nisso que acredita a  banda Magüerbes e busca transmitir em seu novo clipe, “Fundamental”. Em formato de lyric video, a produção traz Julio e Haroldo, baixista e vocalista da banda, dançando  e aproveitando a vida ao lado da piscina de um hotel, em Alagoas. Além de bater ponto como guitarrista, Fabrizio Martinelli é também o responsável pela direção do vídeo.


Em um clima de verão, praia e total “good vibes”, Planta e Raiz lançou o segundo clipe oficial do seu 11º álbum, Exército Delirante. A faixa escolhida, “Bons Ventos”, fala de amor e o vídeo segue essa linha ao mostrar o inicio de um romance, tendo como cenário a bela Curva da Jurema, em Vitrória (ES). A direção é assinada por Henrique Breciane.


Depois de rodar o sudeste fazendo shows, a banda Transquarto estreia um novo single, “Colombian Gold”. A primeira faixa composta pelo quarteto brasiliense em conjunto – definida por eles como música aérea, urbana, sulamericana – ganhou um clipe que segue a energia e atmosfera lisérgica da canção ao fundir diversas imagens de vários ambientes. O vídeo, quase todo filmado em celular, tem a direção, edição e produção de Alessandro “Cabelo” Santana.


O vídeo “De Bicicleta”, da cantora Gabriela Garrido é um exemplo típico de que não precisa de muito para se fazer um bom clipe, basta ter criatividade. A produção, dirigida por Felipe Maranhão Caetano e Juliana Rosa, conta apenas com a carioca, um cenário, uma bicicleta ergométrica e vários elementos para retratar a situação narrada na música. Tudo de forma bem simples, mas que se encaixa com a faixa, que estará no EP Entre.


Antes de 2017 chegar ao fim, a banda Huey liberou o primeiro single do seu novo trabalho, previsto para ser lançado no começo de 2018. Intitulada Pei“, a canção ganhou um clipe bem intenso, assim como a sua sonoridade. Dirigido pela BendLeve Filmes, o vídeo traz o quinteto paulistano tocando e takes externos numa floresta com performance da atriz Beatriz Martinhão.

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook