Além do Daft Punk: Conheça a História do Eletrônico Francês

COMPARTILHAR:

No ano de 1997 era lançado na MTV um videoclipe bastante curioso, estrelando dançarinos vestidos de robôs, nadadoras, múmias, todos fazendo suas coreografias ao redor de um grande círculo. Além do visual descolado, chamava atenção a trilha sonora por trás do clipe: uma música dançante, do gênero House, e repleta de detalhes sutis que a deixavam muito mais agradável aos ouvidos do que os demais hits da música eletrônica daquele ano.

O clipe de Around The World marcou a história da música eletrônica e seria um dos responsáveis por trazer à tona para o resto do mundo o gênero do French House, e por lançar ao sucesso a sua dupla mais celebrada, o Daft Punk. Nos anos seguintes DJs e Produtores conhecidos da cena de Paris, como Étienne de Crécy, Cassius, Mr. Oizo e Laurent Garnier, ganhariam espaço em clubes e festivais estrangeiros, firmando a presença da França como um dos principais pólos da música eletrônica.

O “tempero” francês que diferenciava as suas produções dos outros gêneros que surgiam na mesmo período (entre eles o Big Beat de Fatboy Slim e Prodigy) era uma influência maior da Disco Music e uma sonoridade mais próxima do Pop, longe da agressividade buscada por DJs do movimento das raves. Um dos traços que marcou o gênero foi a união da sonoridade retrô da Disco com o uso de efeitos e samplers com ares futuristas, resultando em um estilo mais atraente do que os simples padrões de repetição que estigmatizavam a música eletrônica até aquele momento.

Com essa mistura de elementos, os produtores franceses puderam atingir um grande público com rapidez e cumpriram um papel importante na aproximação dos gêneros do eletrônico e do Pop – se nos últimos anos DJs conterrâneos como David Guetta e Madeon foram capazes de atingir o topo das paradas mundiais, eles devem bastante à geração que abriu para eles esse caminho.

Se você quiser saber mais sobre o gênero do Eletrônico Francês, e conhecer uma lista de artistas e álbuns recomendados, assista o vídeo abaixo, produzido pelo canal O Guia dos Estilos:

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook