Beto Mejía lança novo disco, ‘Wahyoob’

401
0
COMPARTILHAR:

Depois da prévia com o single “Kaningawá”, nasceu o tão esperado disco do brasiliense Beto Mejía. Produzido em parceria com o músico conterrâneo Kelton Gomes, Wahyoob traz uma nova atmosfera ao trabalho do cantor e compositor, diferente do EP Abraço (2012).

“No disco, ainda tem canções mais lentas e intimistas, mas o foco é outro. O Abraço foi feito com canções dedicadas a outras pessoas, esposa, irmão, afilhado… já o Wahyoob vem de dentro de mim mesmo. Não fiz pensando em ninguém (tirando a música para minha filha)! São canções que compilam textos que descrevem percepções pessoais desse mundão doido”, revela Mejía.

Não só um projeto cultural, o álbum traz um viés beneficente. Isso porque o download do álbum acontece no modelo “doe quanto quiser”, com 70% do valor arrecadado sendo destinado às ONGs Terra dos Bichos (SP) e Desabafo Social (BA).

Com participações de André Whoong (Tiê e solo), Gustavo Bertoni (Scalene), e Victor Meira (Bratislava e Godasadog), o disco apresenta 12 faixas, sendo a primeira o tema instrumental “Começo, meio e fim”, composto originalmente como uma abertura do show do Móveis Coloniais de Acaju, mas que nunca foi usada.

Por coincidência, o lançamento de Wahyoob chega no momento em que o Móveis, banda em que atuou por 18 anos como flautista, anunciou uma parada por tempo indeterminado.

“O disco está sendo feito desde o ano passado. Descobri que estava grávido em 2015 e por isso demorei mais pra lançar. O lançamento agora já estava previsto desde o meio do ano. Uma coincidência acontecer justamente com a parada do Móveis”, conta o músico.

Foto: Calu Corazzi

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook