Conheça história de “O Vento” gravada por Pedro Pondé

106
0
COMPARTILHAR:

“O Vento” é uma composição escrita em parceria por Pedro Pondé e Ênio Nogueira. Pedro conta que a canção teve como ponto de partida uma linha de baixo acompanhada de percussão que gravou no computador de casa. “Em cima dessa base fui construindo a letra. A inspiração pros versos me veio de maneira intuitiva, refletindo experiências vividas com o chá Ayahuasca nos últimos 20 anos”, revela o músico. (O cantor ressalta que as sessões de que participou foram sempre conduzidas por pessoas que detém conhecimento e experiência sobre o uso apropriado da bebida).

Na jornada de autoconhecimento promovida pelo chá enteógeno, Pedro desvendou em versos algumas das armadilhas trazidas pelo hábito humano de julgar o outro: “O julgamento é um cárcere: é esse jogo em que as pessoas tentam diminuir as outras para parecerem maiores. Na música expresso o quão importante tem sido me colocar no lugar do outro, como uma forma inclusive de levar a vida nesses dias em que as pessoas tem se julgado tanto”, explica Pondé.

“O Vento” foi lançada no EP Licença (2017) – primeiro trabalho solo de Pedro Pondé em seus 25 anos de carreira na música e no teatro. A faixa conta com a produção de Ênio Nogueira e recebeu os cuidados de André T na mixagem e masterização.

O cantor chegou à pré-produção acreditando que a música estava pronta, até receber um feedback do seu produtor e guitarrista.”Ênio identificou que faltava uma crescente nela, uma parte mais forte. Ali mesmo sugeriu algo na guitarra, indicou o caminho da melodia. De um dia pro outro acordei no meio da noite e finalizei a letra”, conta Pondé. Em mais uma demonstração de que os caminhos intuitivos da arte não cabem no controle do homem, a letra recebeu mais uma inesperada alteração: um erro do cantor na gravação acabou como verso final.

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook