Conheça o som da banda Barbie Suburbana

327
0
COMPARTILHAR:

Na estrada desde 1999, a banda Barbie Suburbana teve inicio nos tempos de escola, em Itaboraí, interior do Rio de Janeiro. Sem experiência, mas como muita vontade de fazer música, o vocalista Eric Maia teve a ideia de montar um grupo. O primeiro a comprar o projeto foi o baixista Felipe Machado, depois entraram o baterista Alex Oliveira (Leleco) e o guitarrista Ramon Lima. Juntos gravaram dois EPs e este ano preparam um novo trabalho.

Apostando no rock alternativo, mas sem deixar o clássico de lado, o quarteto traz no seu som influências do grunge, hardcore, surf rock e do reggae. Bandas internacionais e nacionais como Nirvana, Foo Fighters, Pearl Jam, Barão Vermelho e Paralamas servem de inspiração e fazem parte do repertório de shows (no YouTube vários vídeos de covers podem ser vistos).

“A música autoral não é comercial para bandas da noite, infelizmente. Mas ser uma banda com um vastíssimo repertório cover não nos impede de produzir nosso som autoral, que é o principal objetivo desde que a banda foi formada. O mundo cover é de onde tiramos nossos recursos pra manter nosso sonho vivo”, conta Maia.

Essa mistura e muito trabalho têm feito a banda se destacar, o single “Meu Fusquinha”, em 2013, foi uma das 23 finalistas do Brasil inteiro do Prêmio Multishow de Música. Nos últimos dois meses, a mesma música tem ficado assiduamente no top três de pedidos do programa “A Vez do Brasil” da Rádio Cidade 102,9 RJ, figurando por mais de quatro semanas em primeiro lugar. Recentemente a banda ganhou um concurso da mesma emissora com uma versão ousada de”Exagerado”, em comemoração aos 30 anos deste grande clássico do Cazuza

“A ideia de misturar “Exagerado” com “Smells Like Teen Spirit” surgiu de um sonho que tive. Nesse sonho, nitidamente, o Cazuza me falava para misturar as duas músicas, e que ficaria legal. Daí, eu acordei e fiquei com essa ideia obsessiva na cabeça por dias, peguei o violão e vi que encaixava. Mostrei a ideia pro pessoal da banda, que achou inusitada, mas comprou o barulho. Combinamos que tentaríamos e se ficasse ruim, faríamos outra coisa. E deu certo! Vencemos a promoção e conseguimos fazer uma versão que tem sido muito elogiada”, revela o líder da banda.

Vindos de uma cena musical onde o sertanejo predomina, Eric e companhia têm procurado alternativas para movimentar e abrir mais espaços para que as bandas de rock independente da região possam aparecer.

“Não há quase nenhum espaço para divulgação e shows de bandas autorais independentes no interior. A música ao vivo por aqui gira em torno dos bares, onde há predominância da música sertaneja. E vendo essa necessidade, estou começando a produzir eventos de rock na nossa cidade. A primeira edição do festival Rockorama acontecerá no dia 29 de agosto, no tradicional “beco do rock” em Itaboraí. Que será um espaço importante para bandas de Itaboraí e de outras regiões que queiram um evento com backline de qualidade e estrutura para mostrar o trabalho e vender seus produtos, cd’s, camisas, botons, etc”, comenta ele.

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook