Conheça seis bandas da Colômbia

154
0
COMPARTILHAR:

Assim como nos  outros países latino-americanos, a música colombiana possui uma enorme variedade, fruto de uma mistura de influências africanas, nativas e europeias. Essa riqueza sonora, de gêneros e estilos pode ser notado através da intensa cena musical do país, que vai além de Shakira e Juanes.

Buscando apresentar uma parte desta produção, a série #SoundsOfTheWorld traz hoje a participação do blog da Colômbia El Amarillito, que indicou cinco bandas/cantoras de seu país. Conheça, ouça e divirta-se!

Se ligue também na #SoundsOfTheWorld e fique por dentro das novidades musicais dos outros países que passaram pela série, indicadas e resenhadas por blogs e sites nativos.


Planes

A banda surgiu em Bogotá alguns anos atrás, mas teve considerável explosão na mídia em 2013, graças à sua proposta, que combina influências da new wave e noise. Um exemplo claro de como isso pode soar numa banda independente com projeção. Em fevereiro, lançaram Las Américas, um álbum de 13 faixas que giram entorno de sons psicodélicas, oitentistas que às vezes flerta com o dance e folk; Ouvir Planes é como uma viagem ao passado com a consciência da música contemporânea.


Kali Uchis

Kali Uchis nasceu na Colômbia, mas mora nos Estados Unidos, onde sem dúvida alçou suas influências e estilos para novos níveis. Dentro de seu catálogo repertório encoontramos uma colaboração com Snoop Dogg e Tyler The Creator. Em 2013, lançou sua mixtape, Drunken Babble, que deu a ela  muito destaque graças aos vídeos promocionais, nos quais ela mesma se envolveu no trabalho de produção, misturando o imaginário gangsta com kitsch e anos 90. Atualmente está preparando o  seu primeiro álbum que irá se chamar Por vida.


Lido Pimienta

Outra colombiana radicada no exterior. Canadá é o lar de Lido, mas o seu alcance é mundial. Desde que eu ouvi a sua voz cantando seu hino pessoal “Human”, em 2010, Lido não parou de produzir canções marcadas por sua simplicidade e crueza. Ela agora está se preparando para lançar La Papessa, seu segundo álbum, após o aclamado Color, de 2010. Enquanto isso, Lido apresenta colaborações mais focadas nas pistas de dança em que acompanha os produtores da região, como o argentino El Remolónou o gringo Atropolis.


Meridian Brothers

Este grupo está há vários anos na estrada, antes como um projeto solo  e agora como uma banda, que faz uma espécie de salsa atemporal e anti-espacial. Seu som mutante e distorcido, e as vezes melancólico tem se destacado graças ao sucesso  do seu álbum anterior, Desesperanza. Pronto para lançar um novo disco e fazer a sua apresentação no maior festival alternativo do país, o Rock al Parque, a Meridian Brothers continua a afinar os seus passos para se tornar definitivamente na coisa mais extravagante e divertida que aconteceu na música colombiana em anos.


Ondatrópica

Embora os membros da Ondatrópica não sejam jovens ou desconhecidos, este projeto tem um muito de novo e pegou muita gente de surpresa após o lançamento de seu álbum homônimo anos atrás. Esta super-banda liderada por Mario Galeano e Quantic tomou a cena graças à seu som experiente e trajes à moda antiga. Estas mistura de modernismo com a música do passado em breve terá uma segunda parte, um álbum muito esperado pelos  colombianos  e estrangeiros amantes da música, que esperam a continuidade e confirmação desta lenda musical.


Bis:

 y Los Animales Blancos

O som de  Gualdrón e sua banda é abrasivo, violento, barulhento, porém rítmico, mas sentimental ao mesmo tempo. Dois discos de mantem este projeto como um dos mais inovadores e ousados do cenário musical colombiano, tudo graças as canções que desafiam as estruturas convencionais de rock e pop, ajustando-se a estética local e universal, passando pelo folk, música experimental e tropical .

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook