Entrevista: Romero Ferro

3674
46
COMPARTILHAR:

“Por mais datado que seja, as pessoas ainda não aprenderam sobre o amor”. É desta forma, abordando o amor nas suas mais variadas formas, que o cantor e compositor Romero Ferro apresenta o seu primeiro álbum, Arsênico. O título a principio pode causar estranheza, mas nas 10 faixas que compõe o disco, o músico pernambucano mostra que o amor pode ser venenoso e até solitário.

Produzido de forma magistral por Diogo Strauzs, o sucessor do EP Sangue e Som (2013) faz um mergulho nos anos 80, tanto em termos sonoros como visuais, atualizando o pop contemporâneo com canções cheias de personalidade e ensolaradas. O trabalho foi gravado no Fábrica Estúdios, e conta com a participação de Amaro Freitas na coprodução e teclados, Patrick Laplan (Ex-Los Hermanos) nas baterias, Guilherme Eira nas guitarras, Nego Henrique (Ex-Cordel do Fogo Encantado) nas percussões, o trio de metais composto por Nilsinho Amarantes (Trombone), Fabinho Costa (Trompete) e Liudinho Souza (Sax), e o coro das irmãs Sue e Surama Ramos.

Divulgando o seu novo trabalho, Romero Ferro faz show de lançamento no Rio de Janeiro nesta terça-feira, 29, no Solar de Botafogo. Já no dia 01 de dezembro desembarca em São Paulo para Show Secreto Vila Madalena e depois, 04, volta para Recife para participar da  Feira Livre do Poço.

Antes de seguir em turnê, o cantor conversou com o Som do Som sobre Arsênico, amor, solidão, Cazuza e muito mais. Confira!

Logo no seu primeiro EP Sangue e Som você foi apontado como um dos principais artistas responsáveis pela revitalização da música pernambucana. Esse rótulo/título foi encarado como uma responsabilidade a mais na produção do seu disco de estreia?

Um pouco, acho que fiquei um tempo preocupado em como seria o meu primeiro trabalho, mesmo já tendo lançado um EP anteriormente. Na época do EP, a gente fez tudo de uma forma muito despretensiosa, queríamos sentir, testar. Eu também estava me sentindo, me testando. Com o disco tudo foi mais elaborado, amarramos um conceito visual e sonoro, escolhemos minuciosamente tudo, dentro das nossas possibilidades e limitações. E essa elaboração me deixou mais seguro para driblar qualquer rótulo ou expectativa. O disco é exatamente o artista Romero de 2016, com todas as emoções ali misturadas.

 O universo dos anos 80 transborda em seu novo trabalho. O que te motivou seguir por esse caminho? Qual a importância do Diogo Strauzs nesse processo?

No início do processo, o Diogo me disse que a gente precisava definir um conceito para o disco, um universo. E mergulhar nele. Ele me deixou bem livre para isso, e eu fiquei maturando as minhas ideias. Até que eu percebi o quanto essa época dos anos 80, musicalmente, me inspirava, me satisfazia, me completava. Boa parte dos meus ídolos estiveram nela, ou ascenderam nela. Não podia ser diferente! Quando sugeri ao Diogo, ele amou. E daí começamos a criar em cima, construindo cada detalhe desse cenário.

O que andou escutando que serviu de inspiração?

Nossa, muita coisa. Rita Lee, Mutantes, Tim Maia, Cazuza, Odair José, Lulu Santos, Lincoln Olivetti, Steve Wonder, Michael Jackson, David Bowie, Prince, A-Ha… E por aí vai! Compilei uma imensidão de referências, de vários seguimentos.

O disco tem o amor como ponto central. Quão difícil é falar sobre o tema sem cair no brega?

Eu acho que o amor é meio bregoso né? (risos). Todo mundo já amou, ou vai amar, ou está amando. Não só afetivamente, mas de uma maneira geral. O disco traz esse amor de uma maneira plural, o amor próprio, o amor ao mundo. O amor como o sentimento principal por trás de todos os outros. Acho importante trazer isso nos dias de hoje, por mais datado que seja, as pessoas ainda não aprenderam sobre o amor.

Ao mesmo tempo em que você traz o amor, você da o nome do disco de “Arsênico”. O amor e o veneno caminham juntos?

Total, e o disco pontua isso o tempo inteiro. O momento em que o amor vira um veneno, um tormento. Ou o inverso, quando o veneno em dose específica cura, é necessário. A gente vive se equilibrando entre os dois, e eu quis mostrar isso.

Todas as composições são suas. São frutos de experiências próprias?

São sim, mas em algumas eu fantasio muito, troco gêneros, troco personagens. Tem canções que são frutos de observações minhas, de experiências que aconteceram com pessoas próximas. O compositor tem um pouco disso, de investigar, de ir fundo. Eu acho maravilhoso poder escrever sobre qualquer coisa, e brincar com isso.

Você fala de amor, mas em uma música em questão você aborda a solidão e diz que “solidão atrai negatividade”. Você não acha que as vezes é bom e também pode ter o seu lado positivo? 

Tem duas musicas no disco que falam de solidão, e eu só percebi isso depois. A primeira, que inclusive chama-se “Só”, fala da solidão pós um relacionamento. Eu acho que partindo para o campo afetivo, é importante que tenhamos nossos momentos sozinhos, faz bem. A gente consegue se perceber de uma forma diferente, é sadio. Mas na outra música, que é essa em questão, e chama-se “Solidão é Nada”, ela trata a solidão de uma forma mais social, diante da humanidade. Nós somos seres sociais, e não chegamos a lugar nenhum sozinhos, precisamos uns dos outros, em coisas simples ou complexas. Por isso digo “Solidão atrai negatividade, desatividade…”. São dois tipos de solidão diferentes.

Já No clipe de “O Medo em Movimento” você busca discutir questões políticas do País e traz também a nudez, mesmo que rápida, mas que para muitos ainda é um tabu. Você acha que o medo é o responsável, ou um dos, da sociedade está do jeito que está? 

Sim, muito. Por isso o motivo do vídeo, da música, e dela ser lançada nesse momento específico. O medo é um sentimento que nasce dentro de você, e se você não tolhe-lo, ele te toma. O medo é um veneno, nos impede de ser quem somos, nos aprisiona. Todos nós sofremos com isso. A sociedade te impõe medos, é isso que a gente vê acontecendo o tempo todo. No vídeo, a nudez vem para quebrar o tabu da própria nudez, e para simbolizar a libertação.

“DropSatã” tem um quê de Cazuza, pela melodia, temática e até um pouco do timbre. Foi inspirada nos trabalhos dele ou foi algo involuntário?

Foi algo involuntário, mas eu amei que ela lembra ele. Muitas pessoas vem me dizer isso, e eu acho muito feliz. Cazuza nos deixou um legado de canções incríveis, é um artista atemporal e único. Eu sou fã dele, sou ariano, e intenso também. Tudo isso foi involuntariamente colocado em “DropSatã”. Aquele universo blues-rock dele.

Falando em Cazuza. Você fez um projeto em homenagem ao cantor com arranjos diferentes e convidados. Nos seus shows estão inseridas músicas dele também?

Nessa tour não. Nós passamos um pouco mais de dois anos fazendo um projeto paralelo em tributo a ele, que foi muito lindo e enriquecedor. Mas agora com o lançamento do disco, deixamos esse projeto descansando. E eu optei em fazer algumas releituras diferentes nesse show novo, com o intuito de visitar outros artistas também.

Você agora está excursionando divulgando o disco, mas pretende lançar outro clipe? Já tem em mente qual será a próxima faixa?

Sim, quero muito fazer vários clipes para esse trabalho, espero muito que a gente consiga. Mas estamos na pré-produção de um segundo, será “Até Onde Se Vai”. Quero poder levantar uma bandeira em cada clipe, fizemos isso no primeiro e faremos nos próximos também.


Foto: Lana Pinho

COMPARTILHAR:

46 comments

  1. ig 14 fevereiro, 2020 at 06:28

    Good day! This is my 1st comment here so I just wanted to give a quick shout out and
    tell you I genuinely enjoy reading through your articles.
    Can you recommend any other blogs/websites/forums that go over the same subjects?
    Appreciate it!

  2. visit the website 9 março, 2020 at 19:31

    I simply want to mention I’m new to weblog and actually enjoyed your web site. Likely I’m likely to bookmark your blog post . You actually have awesome well written articles. Appreciate it for revealing your web page.

  3. Onpassive Samoa 12 março, 2020 at 20:01

    Aw, this was an extremely good post. Taking the time and actual effort to make a really good article… but what can I say… I put things off a lot and don’t seem to get anything done.

  4. Berry Esparsen 14 março, 2020 at 21:26

    Oh my goodness! a fantastic post dude. Many thanks However We are experiencing problem with ur rss . Don’t know why Can not sign up to it. Could there be anybody finding identical rss difficulty? Anyone who knows kindly respond. Thnkx

  5. bare 15 março, 2020 at 10:47

    A fascinating discussion is definitely worth comment. I do think that you need to publish more about this topic, it may not be a taboo subject but typically people don’t speak about such subjects. To the next! Many thanks!

  6. Isaias Recker 15 março, 2020 at 17:07

    Youre so cool! I dont suppose Ive read anything such as this prior to. So nice to locate somebody by incorporating original ideas on this subject. realy thanks for starting this up. this amazing site is a thing that is needed over the internet, a person after some originality. useful project for bringing something new to your net!

  7. Ardath Boxton 16 março, 2020 at 06:42

    This is the best blog site for any person who wishes to find out about this topic. You understand a lot its nearly tough to say with you (not that I in fact would want?HaHa). You certainly placed a new spin on a topic thats been written about for several years. Fantastic things, simply excellent!

  8. Kampala International University 17 março, 2020 at 14:17

    147717 503753I discovered your blog site internet web site on the internet and appearance some of your early posts. Continue to keep in the excellent operate. I just now additional increase your Rss to my MSN News Reader. Seeking toward reading far much more from you obtaining out at a later date! 716712

  9. Pamella Verhagen 17 março, 2020 at 16:03

    I am commonly to blogging as well as i really appreciate your material. The article has really peaks my rate of interest. I am mosting likely to bookmark your site and also keep looking for new details.

  10. Chester Gaboriault 18 março, 2020 at 00:37

    I found your blog site on google as well as check a few of your early articles. Remain to keep up the excellent operate. I just additional up your RSS feed to my MSN Information Reader. Looking for onward to learning more from you in the future!?

  11. satta king 19 março, 2020 at 19:49

    77629 343061Wow, wonderful weblog layout! How lengthy have you ever been running a weblog for? you make running a weblog glance straightforward. The total look of your internet web site is magnificent, properly the content material material! 910664

  12. https://przedszkolelidzbark.pl/ 20 março, 2020 at 13:44

    19560 776502Awesome material you fellas got these. I actually like the theme for the internet site along with how you organized a person who. It is a marvelous job For certain i will come back and check out you out sometime. 691299

  13. Leandro Falick 21 março, 2020 at 03:05

    There are certainly a lot of information like that to take into consideration. That is a fantastic point to bring up. I provide the ideas over as basic inspiration but plainly there are inquiries like the one you raise where the most essential thing will certainly be operating in sincere good faith. I don?t understand if finest methods have actually arised around things like that, yet I am sure that your work is plainly identified as a fair game. Both boys as well as girls feel the effect of just a moment?s satisfaction, for the rest of their lives.

  14. Shawanda Airth 23 março, 2020 at 00:59

    Aw, this was a really great blog post. In concept I would love to place in creating similar to this additionally? taking some time and real initiative to make a very good short article? yet what can I claim? I postpone alot and also never seem to obtain something done.

  15. Dorcas Hotter 23 março, 2020 at 19:38

    There are absolutely a lot of details like that to consider. That is a terrific point to bring up. I offer the thoughts above as general motivation however plainly there are inquiries like the one you bring up where one of the most important thing will be working in honest good faith. I don?t understand if best methods have arised around things like that, however I am sure that your job is clearly recognized as an up for grabs. Both young boys and women really feel the impact of just a moment?s satisfaction, for the remainder of their lives.

  16. cbd gummies 23 março, 2020 at 22:59

    Can I simply say what a comfort to uncover somebody who really knows what they’re discussing over the internet. You actually understand how to bring an issue to light and make it important. More people need to check this out and understand this side of the story. It’s surprising you are not more popular since you surely have the gift.

  17. cbd for anxiety 24 março, 2020 at 11:57

    I’m extremely pleased to find this web site. I want to to thank you for ones time for this particularly fantastic read!! I definitely enjoyed every part of it and i also have you saved as a favorite to check out new things on your web site.

  18. cbd oil 25 março, 2020 at 08:00

    An intriguing discussion is definitely worth comment. I believe that you should write more on this issue, it might not be a taboo matter but generally folks don’t talk about these subjects. To the next! Kind regards.

  19. buy cbd 25 março, 2020 at 19:21

    Next time I read a blog, I hope that it won’t disappoint me as much as this one. After all, I know it was my choice to read, however I really believed you would probably have something useful to talk about. All I hear is a bunch of whining about something that you could fix if you were not too busy looking for attention.

  20. buy cbd 25 março, 2020 at 22:24

    I’m amazed, I have to admit. Seldom do I encounter a blog that’s equally educative and interesting, and let me tell you, you’ve hit the nail on the head. The issue is something too few folks are speaking intelligently about. I am very happy that I stumbled across this in my hunt for something regarding this.

  21. SEO Company Services - Ready to Rank Page 1? Contact Sapid Agency 29 março, 2020 at 08:34

    Sapid Agency is a Search Engine Optimization company in New York City that provides SEO Services. Their proprietary SEO strategies help struggling websites and aspiring business owners to rank their websites higher in multiple search engines like Google , Yahoo and Bing. They provide local and gmb map ranking for businesses in NYC and many other local areas. Find more at https://www.sapidagency.com/ @ 145 E 57TH NEW YORK, NY 10022, USA, +1 971 341 5608 USA

Leave a reply