Exclusivo: Ouça o novo single da Zonbizarro

276
0
COMPARTILHAR:

“Imersão e Perdão” é o nomeada faixa do debutante álbum Zonzuz, da banda Zonbizarro que hoje irrompeu pela primeira vez da minha caixa de e-mail e ultrapassou, desafiadora, uma espessa camada atmosférica: oxigênio, hidrogênio, gás carbônico e expectativa.

Esse último gás entrou para a tabela periódica graças a muitas pessoas que trabalham duro para que a cena autoral de Belo Horizonte continue de fato acontecendo, movimentando gases e poeira e tornando nossa atmosfera cada vez mais respirável.

Há poucos dias, no meu quadro Opinião do Jarda, no programa Segunda Alternativa, eu fiz referência a uma firmeza rítmica da cozinha do Zonbizarro, comandada pelo Luiz Z na batera e o Marcelo Sponchiado no baixo. Firmeza essa que comanda uma marcha pesada e definida, enquanto o Rafael Dantas, com sua voz e guitarra, navega com suavidade, cantando notas longas e alternando riffs com acordes soltos e reverberantes. Por sinal, tais guitarras chamam bastante atenção na faixa, pela mixagem que as coloca num lugar que o ouvinte não consegue definir bem e isso é muito agradável. Elas batem nas paredes do seu crânio e voltam, para navegar e bater de novo, principalmente se a sua cabeça for um cômodo vazio como a minha.

Mudanças inesperadas de andamento e clima continuam lá e são algo que, a meu ver, definem a sonoridade dos caras, situando-os na encruzilhada do metal sofisticado com a crueza de alguma outra coisa que não identifiquei, mas que está ali, duas ruas abaixo ou acima de Seattle, dependendo de quem vai ou de quem volta.

Confiram a faixa e recebam os gases mais nobres do Zonbizarro, que tem muito pra trocar com a atmosfera, emanando hélio e reacomodando outros gases ao redor, até a atmosfera da criatividade que hoje se produz por aqui nos livrar dos gases anestésicos que não brilham com luz própria.

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook