Faixa a Faixa: Primos Distantes comentam primeiro disco

153
0
COMPARTILHAR:

Apesar do mesmo sobrenome e do nome da banda sugerir, eles não são primos, muito menos distantes. Na verdade, Primos Distantes é formado por dois amigos de longa data, Caio Costa (guitarra, teclados e voz) e Juliano Costa (bateria e voz). A dupla acabou de disponibilizar na internet o seu primeiro disco e se prepara para lançar oficialmente na próxima terça-feira, 01/07, no Sesc Pompéia, em São Paulo.

Produzido por Rafael Castro, o álbum leva o nome da banda e conta com encarte ilustrado pelo cartunista Andrício de Souza. As 13 faixas autorais misturam Rock, Pop e MPB abordando temas cotidianos, como amor, ódio, insegurança, tudo de uma forma divertida.

Antes mesmo de ser lançado, o disco já tinha ganhado destaque em revistas e sites como Rolling Stones, Veja SP e Super Interessante. “Ficamos felizes que as primeiras músicas divulgadas tenham recebido críticas positivas. Só deixa a gente mais animado.  É uma ansiedade de mostrar logo as outras músicas gravadas e o encarte do Andrício de Souza, que é demais”, disse Juliano.

O show de lançamento acontece no dia primeiro de Julho no projeto Prata da Casa, do Sesc Pompeia (sob curadoria de Marcelo Costa, do site Scream & Yell). No palco, os Primos Distantes serão acompanhados pelos músicos Victor Chaves (bateria), da banda O Terno, Renato Medeiros (baixo) e Thales Othón (guitarra). A apresentação contará também com a participação de Rafael Castro.

O Som do Som conversou com o duo que além de falar da produção do primeiro trabalho e da expectativa pelo lançamento, comentou brevemente faixa a faixa do disco, que pode ser baixado gratuitamente pelo Musicoteca.

O disco foi produzido pelo Rafael Castro, que inclusive tocou nas faixas. Como surgiu essa parceria e como foi o processo de produção?

Caio: Quando decidimos criar o projeto, percebemos que tínhamos músicas suficientes para fazer um disco, mas acreditamos que precisávamos da visão de alguém de fora, mais experiente. Sempre fomos fãs do trabalho do Rafael, aí eu fui atrás dele na Internet pra trocar uma ideia. Deu certo!

Juliano: O processo de produção foi transformador para a gente. Todos os dias de gravação eram um aprendizado. É muito bom conversar sobre música com o Rafael.

O show no Sesc marca o lançamento do disco. Como está a expectativa para o grande dia?

Juliano: Estamos ansiosos! A gente já viu muito show bom no Sesc pompeia. Tocar lá vai ser demais. A partir daí, a ideia é levar o disco para muitos palcos.

Faixa a faixa:

01 -”Dragão”

Juliano: É uma música sobre insegurança na voz e medo de ser chato. E um foda-se pra isso tudo também.


02 – “Idiota”

Caio: Uma música alegre sobre ódio.


03 -”Só pra você”

Caio: Acho que a letra dessa é autoexplicativa. É uma canção romântica e sincera.


04 – “Feio”

Juliano: É uma parceria do Rafael com a gente. Saiu durante as gravações, o que é ótimo. Sinal de que a gente se entendeu.


05 – “Canastrão”

Caio: Essa tem uma onda meio de balada dos anos 60, haha. Gosto bastante das guitarras.


06 – “Cão”

Caio: Essa foi uma das que a gente mais inventou na produção. Experimentamos vários timbres. Achei que ficou legal. Ao vivo, é mais rock.


07 – “Urubu”

Juliano: Uma canção para os novos namorados das ex-namoradas.


08 – “Silêncio”

Caio: Mais uma meio autoexplicativa. Sobre quebrar silêncios constrangedores falando qualquer coisa.


09 – “Conjuntivite”

Caio: Essa é uma regravação. Tocávamos numa banda que tivemos na época de colégio.


10 – “Aniversário”

Caio: Essa eu fiz quando tinha 18 anos e minha então namorada 17. Uma brincadeira sobre um dia que fomos num bar e não deixaram ela beber.


11 – “Macacos, Mulheres e Cornetas”

Juliano: É uma canção sobre a preguiça. Os timbres que a gente usou no refrão ficaram legais.


12 – “Te ver”

Caio:
Confesso que não era das minhas composições favoritas, mas gostei muito de como ela ficou no disco e no show é das que que mais gosto também.


13 – “Toda noite”
Juliano:
Essa é bem triste! Gosto bastante do coro do início, a voz é do Rafael.

Serviço show

Evento: Projeto Prata da Casa apresenta Primos Distantes
Data: 01/07 às 21h
Local: Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93 – Vila Pompéia, São Paulo, (11) 3871-7700)
Entrada: Gratuita
Classificação etária: 18 anos
*A retirada dos ingressos pode ser feita com uma hora de antecedência

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook