A Faixa por Eles – Chicó do Céu

101
0
COMPARTILHAR:

O Chicó do Céu é músico e compositor mineiro autodidata. Ainda em produção final do primeiro disco, que será lançado em Março de 2016, o artista comumente antecipa seus trabalhos para ‘dialogar e compartilhar com o público’ que o acompanha.

O artista, além da música, se declara um apaixonado por viagens imagéticas. Foi então, a partir daí que ele resolveu ‘embolar as paixões’, como nos contou.

Embolando as paixões

Chicó: Eu senti a necessidade de ir paralelamente gerando alguns materiais, para dialogar e compartilhar com o público que vem me acompanhando. Além da música, sou apaixonado por viagens imagéticas. Foi aí que resolvi embolar as paixões, e auto produzir vídeos clipes das minhas composições. ‘De Sol a Sol’ foi uma das músicas que ganharam essa roupagem. Captei o áudio e o vídeo em casa, tocando e cantando em um só take. Tudo ao vivo. Fiz umas imagens dos meus discos, bichos, fotos e cantos e editei instintivamente, inspirado no universo da canção.

Blues e Poesia

Chicó: Falando mais sobre o processo de criação, ‘De Sol a Sol’, inicialmente ganha vida como melodia/harmonia. Um blues que me embalava e pedia poesia. E foi durante um trabalho, entre montagem e desmontagem de equipamentos, passagens de som e coisa e tal, que me veio o estalo poético. Em meio às gotas de suor, comecei a fazer uma analogia sobre a ralação do músico, que trabalha sob o astro rei e seu instrumento repleto de sóis.

Surgiu então, esse poema, que gosto muito:

Trabalhei de sol a sol

Escalei em prol de um jazz

Mil cristas em ondas bossais

Caminhei de som a som

Notei um tom bem lá

Fiz fitas em bordas naturais

Alicercei de chão a chão

Solei casarões e mais

Mil palafitas e casas atonais

Transportei de mão a mão

Toquei no violão, nos metais

Fiz buzinas pra cordas e corais

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook