Heavy Metal: do Black Sabbath ao Thrash

COMPARTILHAR:

Próximo de completar 50 anos de idade, o Heavy Metal se mantem como um gênero inteiramente distinto da música pop. Nenhum outro tipo de música chega perto de se igualar a ele em termos de intensidade, complexidade das letras e composições, ou mesmo da habilidade dos seus músicos – esses que em diversos casos poderiam ser descritos como os mais virtuosos do planeta. Ao mesmo tempo que carrega esse conjunto invejável de características, o Heavy Metal se posiciona como um nicho dentro do mundo da música, cultuado por seus fãs fervorosos e estigmatizado por aqueles que pouco conhecem, ou mesmo buscam entender, das suas qualidades.

Essa é uma realidade que acompanha o estilo desde sua criação, ocorrida no período de intensa criatividade do final dos anos 60. Bandas dessa geração, como Deep Purple e Led Zeppelin, ficaram marcadas pelo seu blues-rock mais agressivo, um tipo de som que já se distanciava das músicas de maior apelo comercial da época e viria a criar a base para o surgimento do Metal pouco tempo mais tarde. Foram as criações de quatro blues-rockers da cidade de Birminghan, na Inglaterra, que marcaram o nascimento do estilo mais obscuro da música pop, por volta do ano de 1970.

 Tudo que orbitava as músicas do Black Sabbath estava relacionado com a escuridão: a guitarra altamente distorcida e responsável por riffs rápidos e bem marcados, os berros do jovem Ozzy Ozbourne cantando sobre um “homem de ferro” que viaja no tempo e presencia o apocalipse, era um som próximo de ser intimidante até para os ouvintes acostumados com o rock sessentista. Mesmo sendo rejeitada por críticos da mídia especializada, a banda conquistou um grupo crescente de fãs, e viria a influenciar gerações de metaleiros devotos a essa sonoridade.

Do movimento do New Wave of British Heavy Metal (com Iron Maiden, Judas Priest e Motörhead), aos americanos do Thrash Metal (com Metallica, Anthrax e Slayer), o Metal evoluiu e se consolidou como gênero musical autônomo, redefinindo ano após ano os limites da intensidade do seu som. Acompanhando o aumento de sua popularidade em circuitos fora do mainstream, surgiu uma forte cultura em torno desse estilo, e por mais que os metaleiros tenham recebido uma má fama indevida com o passar dos anos ainda resta a máxima de que não há fãs na música como os fãs de Heavy Metal.

Se você quiser saber mais sobre a história do gênero e conhecer uma lista de seus principais nomes e álbuns, assista ao video abaixo, produzido pelo canal O Guia dos Estilos Musicais:

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook