Irmão Victor lança “Cronópio?”

1403
0
COMPARTILHAR:

Primeiro disco brasileiro lançado em 2018, Cronópio? é o novo trabalho do Irmão Victor, projeto musical do gaúcho Marco Benvegnù. O álbum, que está disponível para audição nas plataformas digitais, aposta novamente no experimentalismo como principal elemento de suas músicas.

Tendo a psicodelia como mote, o sucessor de Passos Simples para Transformar Gelatina em um Monstro (2016), conta com 13 faixas autorais que misturam português, inglês, italiano e até francês. Produzido pelo próprio músico, o terceiro disco foi gravado em vários lugares diferentes durante o ano de 2017, o que segundo Marco acabou refletindo também nas músicas.

“O processo de gravação foi bem estranho. No final de 2016 eu me mudei de Porto Alegre para Florianópolis. Mas acabei pulando de lugar em lugar o ano passado inteiro, orbitando Passo Fundo – Porto Alegre – Floripa, levando meu “equipamento de gravação”, que é um notebook e uma interface, e gravava o que dava com os instrumentos que tinha em mãos. Algumas das canções retratam um pouco disso de estar sempre indo para outro lugar”, revela Irmão Victor.

Mais maduro, em seu novo disco o cantor, apesar de ainda se questionar, se assume de vez um artista. Essa constatação está presente no disco como um todo e também em seu título. Cronópios é um termo criado pelo escritor argentino Julio Cortázar, em 1952, que significa criaturas idealistas, sensíveis e ingênuas.

“Eu vejo esse álbum como eu assumindo pra mim mesmo que sou um artista. Os Cronópios me parecem ser, no livro do Cortázar, os que encarnam o temperamento artístico, justamente por ter essas características de serem sensíveis e imaginativos. O álbum é meio que eu me questionando se eu sou um deles”. diz.

Ouça Cronópio?

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook