Novos clipes: Ekena, Tamy, Akeem Music, Lupa, Guilherme Mattar, Supla e Vanguart

1584
0
COMPARTILHAR:

Rótulos, julgamentos e apontamentos são constantes na vida das minorias. A cantora Ekena resolveu retratar essas infelizes situações em sua nova música “Todxs Putxs”, que ganhou um clipe forte e expressivo tal qual a canção. Mas ela da um recado: A culpa não é sua e você não está sozinha.

Na tela, os mais diversos bio e fenótipos de mulher: crianças, gordas, negras, de cabelo raspado, velhas, hetero e transexuais. Mas nem só representações femininas figuram no vídeo, como um bissexual não-binário e um dos primeiros casais de homens gays a se casar em Araraquara, cidade-natal da cantora, no interior de São Paulo. A direção do videoclipe é de Ana Moraes.

 

Brasileira, radicada em Montevideo, Tamy apresenta o clipe da música “Te Parece”, do uruguaio Rubén Rada, canção que apresenta seu novo CD, Parador Neptunia, que será lançado no dia 21 de abril.

Filmado em Neptunia e dirigido pelas uruguaias Camila G. Jettar e Marina Fernándezo vídeo desvenda o balneário místico e quase secreto do Uruguai. Local onde músicos, artistas e pessoas de espírito livre se encontram para fazer música, poesia ou performance.

 

Saindo do espanhol para o inglês. Com pinta de gringos, Akeem Music é uma banda portalegrense de indie-pop-eletrônica. Os gaúchos fizeram a estreia do single “Could You Please? acompanhado de um clipe bem bacana. O vídeo brinca com a evolução tecnológica a partir dos programas de computadores, mas precisamente do Windows, ao mostrar a banda performando em recortes exibidos na tela do computador e implicitamente traz uma comparação à nossa vida.

 

Quem também lançou novo single foi a banda Lupa. “Justo Eu” – primeiro single do novo disco Lupercália, previsto para abril – ganhou um clipe divertido. No vídeo, dirigido por João Gabriel Caffarelli alterna imagens dos músicos com representações literais de expressões populares referentes ao sexo como “molhar o biscoito”, “descascar a banana”, “descabelar o palhaço”, entre outras.

Enquanto uns falam de sexo, outros falam da bipolarização política no Brasil. Esse é o caso do paranaense Guilherme Mattar que lançou o clipe intimista de “Intolerância e Incompreensão”O vídeo foi gravado pelo pelo videomaker Newmar Peres no Teatro Positivo (Curitiba/PR), durante show de abertura para Maria Gadú e Lenine, ano passado. Desta apresentação nasceu o EP Positivando – debute solo do cantor, baseado na voz e violão.

Em se falando em criticas a política e a sociedade, quem também estreou novo clipe foi o Supla. Com forte crítica à intolerância religiosa e os efeitos desse fundamentalismo, o vídeo de “Extremistas Fundamentalistas” mostra o artista circulando pelas ruas de São Paulo e interagindo com o público. A direção ficou a cargo de Lucas Cabu e Mateus Mondini.

Após anunciar o lançamento de seu novo álbum no final de abril, o Vanguart apresenta o webclipe da faixa-título, “Beijo Estranho”. O vídeo traz uma colagem de cenas captadas em estúdio pela jornalista Lorena Calábria, durante a gravação do álbum, somadas a imagens de filmes surrealistas. A direção é assinada pela banda em parceria com Pedro Hansen.

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook