Novos clipes: Meio Amargo, Foba, O Grande Ogro, Sauna, Gentrificators e Sétimo Andar

329
0
COMPARTILHAR:

Depois de divulgar o divertido clipe de “Pra Nós Dois”,  que entrou na nossa lista dos melhores do primeiro semestre de 2017, a Meio Amargo lança mais um vídeo do seu álbum de estreia, Tudo o que dissemos que não era. Dessa vez a faixa escolhida foi “Cão Bravo”.

Pegando pelo emotivo, o clipe mostra um dia na vida do protagonista Tobias, um Beagle de 12 anos da família do vocalista Lucas Padilha. A gravação foi feita pelo músico paraense de forma despretensiosa, para registro pessoal, há cerca de dois anos acabou se encaixando perfeitamente com a canção. Para você que gosta de gifs e fotos de “catioros” irá se encantar com esse webclipe.


Foba, projeto curitibano liderado por Giuliano Batista, apresenta o seu novo single, “Albatroz”, com um clipe divertido e viajante. Seguindo a linha faroeste psicodélico da canção, produzida por Wonder Bettin (Naked Girls and Aeroplanes, ex-Sabonetes e Esperanza), o vídeo mostra o músico e a atriz Rubia Romani performando em meio  a projeções e efeitos visuais lisérgicos.

O clipe leva assinatura da Asteroide (ganhadora de 17 Leões e um Grand Prix no Festival de Cannes deste ano), com direção de Guilherme Pau y Biglia, do próprio Giuliano, e do pós produtor Tiago Gavassi. O vídeo foi rodado durante a Oficina de Filmmaking da Asteroide Lab, braço educacional da produtora, diante de 35 estudantes de audiovisual.


Por que não começar a semana com música boa e aquele rock pegado? A banda O Grande Ogro resolveu, em plena segunda-feira, levar a sua música para o centro de São Paulo. No horário mais movimentado, entre a volta de trabalho, ida para faculdade e o vai e vem da correria do cotidiano do Paulista, o grupo carregou os seus instrumentos e ocupou a calçada da Avenida Paulista com a Rua Augusta. O momento foi registrado e transformado em clipe da canção “Evolução do Caos”,  do disco Discurso para mentes em silêncio (2016).

A ação cultural, nomeada como Inversão na Paulista, aconteceu junto com a banda Monaural, que veio Santa Catarina para fazer mini turnê no estado.


Logo na sua estreia a banda Sauna, formada por duas mulheres e um homem, mostra que veio para causar e quebrar tabus. Produzido por Rafael Castro, o primeiro single, “Cu Doce”, traz uma polêmica que assombra e muito os homens: o temido fio-terra ou dedada. A canção usa e abusa do bom-humor para tratar do assunto. De acordo com o site Hypeness, essa e outras faixas vão estar no EP chamado No Fundo We Like To Funk.

Junto com o single foi divulgado um clipes, que além doo trio de músicos misteriosos, traz vários gifs de homens e muitas bundas. A Sauna é o primeiro lançamento do selo Sêla.


A banda Gentrificators resolveu apostar no DIY, não apenas no clássico do faça-você-mesmo, mas no DIY da bedroom music – Dream It Yourself – para dar vida ao clipe de “Shake The Underground”, faixa do seu recém-lançado disco, Apt Kids, pelo selo Lezma Records.

Dirigido por Rafaela Rocha, Giordana Besen, Renata Trepte e pelos próprios integrantes da banda, o vídeo acompanha o tom caseiro do álbum ao trazer como cenário a casa do vocalista Marcelo B. Conter, tendo como objetos cênicos a mobília, as roupas de cama, luzinhas natalinas, entre outros materiais de decoração.


A banda Sétimo Andar, após longa pausa, lança o primeiro videoclipe de sua carreira. A música se chama “Clausura” e fará parte do novo EP da banda que está em processo de gravação. Assinado pela Doctor Produtora, o vídeo traz os integrantes tocando contra a luz, dando um efeito sombreado, que vai ganhando dinâmica visual de acordo com o aumento da intensidade da canção.

COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook