Qinho lança clipe inspirado no cinema dos anos 70

101
0
COMPARTILHAR:

O cantor carioca Qinho divulgou, nesta quinta-feira, 13, o clipe de “Sweet Trouble”, faixa do seu álbum mais recente, Ímpar. Como o teaser já anunciava, a produção ganhou contornos cinematográficos, combinando bem com ritmo pulsante da canção. A bela fotografia, roteiro dinâmico e direção primorosa de Fernando Acquarone, fazem do vídeo um dos melhores do ano.

Inspirado no cinema americano dos anos 70 e nas trilhas de filmes de ação policial, o clipe mostra o cantor na pele de um ladrão que é contratado para roubar uma obra de arte valiosa. Ao lado de sua parceira, o personagem desenvolve uma trama bem sucedida. Mas como não é um romance, e sim um vídeo de ação, o final não é tão feliz, pelo menos pra ele.

“O conceito do clipe partiu inicialmente da vontade de fazer referência ao cinema negro americano da década de 70 no estilo Blaxpoitation. Eu sou fã das trilhas sonoras desses filmes, normalmente filmes de ação policial. Muitos dos meus maiores ídolos da black music compuseram trilhas pra filmes como esse: Marvin Gaye, Curtis Mayfield, James Brown, Donny Hathaway, Isaac Hayes e outros. Também por conta disso acho que rolou uma semelhança com a estética do Quentin Tarantino, que também usa bastante essas referências”, revelou Qinho.

Além do clipe, o cantor vem preparando outras novidades. Ele está desenvolvendo um projeto, chamado T.R.U.E, ao lado do tecladista e diretor musical dos shows do Ímpar, Guilherme Marques, que envolve produção musical e apresentações ao vivo com diferentes colaboradores.

“O projeto T.R.U.E. é um duo que estou fundando com o Guilherme Marques, tecladista e diretor musical dos shows do “ÍMPAR”. Recentemente produzimos uma faixa para o novo álbum da Fernanda Abreu e estamos interessados em produção musical, apesar de também querermos realizar apresentações ao vivo. A ideia é que possamos ter diferentes colaboradores a cada novo trabalho ou show, sem uma formação de banda definida. Além de ser um espaço em que vamos poder nos voltar para uma pesquisa e uma experimentação sonora mais aprofundada”, conta o cantor.

Recentemente o duo lançou uma versão da música “Multidão de Ninguém”, que integra o novo trabalho de Qinho.

TagsQinho
COMPARTILHAR:

Comentários no Facebook